Como abrir uma franquia no Brasil

Tempo de leitura: 6 minutos

Como abrir uma franquia no Brasil

Introdução à Como abrir uma franquia no Brasil:
Franquia ou franchising empresarial é um sistema pelo qual o franqueador cede ao franqueado o direito de uso da marca ou patente, associado ao direito de distribuição exclusiva.

Investir em um negócio contando com a credibilidade de um nome ou marca já conhecida no mercado é uma excelente opção para quem deseja empreender com mais segurança.

Este artigo é parte do conteúdo do E-book Gratuito: Tudo que você precisa saber sobre o mercado de franquias.

  1. Como abrir uma franquia?

O sistema de franquia consiste no acordo entre duas partes envolvidas: franqueador e franqueado. O primeiro cede ao franqueado direitos para que ele possa usufruir dos benefícios do seu modelo de negócios. Assim, dessa forma, o investidor pode usufruir do uso da marca, comercialização, sistema de operação e de gestão. Mas ambas as partes precisam cumprir alguns direitos e deveres.

O franqueador dispõe de um cadastro financeiro respeitável e o franqueado pode usufruir de descontos nos preços, de prazos mais longos e de pagamentos em condições especiais. O franqueado terá também a possibilidade de tirar proveito da vantagem competitiva de seu franqueador, uma vez que seus produtos e/ou serviços já foram testados no mercado.

  1. Processos e Burocracias

Todos os trâmites são realizados com base na lei de franquia, instituída em 1994, que garante a transparência nas negociações.

Conheça a Lei de Franquias Nº 8955/94: ela dispõe sobre o contrato de franquia empresarial (franchising) e dá outras providências sobre o tema. Você pode encontrá-la no site do planalto, ou pelo link, Click aqui e veja o arquivo completo.

  1. O que é Circular de Oferta de Franquia (COF)?

Essa circular tem o intuito de esclarecer o que você irá investir, o perfil ideal do franqueado, o histórico da franqueadora, quais os formatos de montagem do negócio, dentre outras particularidades da franquia. Lembre-se sempre que você terá 10 dias, após o recebimento da COF para decidir o que fazer, antes de assinar, pagar ou se comprometer com a franqueadora de alguma forma.

A circular deve conter informações como balanços e demonstrações financeiras da empresa dos dois últimos exercícios; descrição detalhada da franquia, do negócio e das atividades que serão desempenhadas pelo franqueado; taxa de publicidade, entre outros.

  1. Contrato e avaliação

É impossível fechar negócio sem avaliar minuciosamente a minuta do contrato da franquia.

Ler com atenção e analisar bem o contrato é essencial antes de fechar negócio com a franqueadora e é uma tarefa que pode exigir o auxílio de especialistas.

O interessado tem dez dias úteis para avaliar a circular de oferta da franquia e decidir se irá ou não fechar negócio.

O próximo passo é a formalização do acordo por meio do contrato. Um dos itens que costumam ser importantes é o prazo de validade do contrato e possíveis multas que podem ser aplicadas em caso de rompimento de alguma das partes.

O melhor é avaliar com calma antes de tomar qualquer decisão. O importante é não decidir por emoção e analisar bem antes de fechar qualquer negócio.

  1. Investimento e despesas periódicas

Para ganhar dinheiro é preciso você gastar dinheiro. Antes de aderir ao sistema de franquias, analise o quanto você dispõe para investir. Os especialistas aconselham que você tenha em caixa três vezes o valor necessário para o custo inicial de abertura da franquia.

Como abrir uma franquia no Brasil
Como abrir uma franquia no Brasil

O franqueado deve pagar uma taxa específica para concessão da franquia, o que garante acessar todo o conteúdo desenvolvido e o uso da marca. Por sua vez, o franqueador deve orientar e capacitar o empreendedor para que ele possa implantar adequadamente a unidade. Esse valor depende do tipo de negócio e de aspectos econômicos, como lucro esperado e rentabilidade desejada.

Além da taxa de franquia, você terá que pagar mensalmente a taxa de royalties e periodicamente a de publicidade.

Tenha consciência que gastos para a manutenção do negócio, como aluguel, salários e impostos devem estar incluídos no orçamento.

Feito isso, para fechar o negócio, ambas as partes precisam assinar um contrato por tempo determinado, passível de renovação, no qual informe que o franqueado poderá utilizar o padrão operacional e marca da empresa. No documento são especificados direitos e deveres que devem ser seguidos pelos envolvidos. Essa assinatura deve ser intermediada por consultores e advogados especializados para garantir o cumprimento da lei.

O investidor pode voltar atrás?

Sim, é possível não renovar o contrato com a sede da empresa ao fim do período estipulado. Caso queria rescindi-lo antes disso, será necessário pagar uma multa previamente determinada. O lugar físico em que foi aberta a franquia pode ser passado para frente, afinal é patrimônio do empreendedor. Da mesma forma, o próprio franqueador pode quebrar as relações comerciais por não ter interesse naquele ponto ou porque não tem obtido o retorno satisfatório.

  • Como abrir uma franquia?

Se você pretende investir no sistema de franquias, procure conhecer mais sobre esse tipo de negócio e todos os trâmites envolvidos. O conhecimento é a alma do negócio.

Você está determinado a empreender, mas ainda não definiu o segmento de atuação que pretende escolher para iniciar seu próprio negócio? Saiba que existem diversas opções de franquias que dispõem de modelos atraentes e lucrativos aguardando investimentos.

2.1. Conheça seu perfil

O perfil é um fator determinante para a escolha da sua franquia. É essencial que você conheça o produto e serviço que o segmentou (ou marca específica) que você busca oferece e, principalmente, se aquela franquia tem o seu perfil.

Alguns procedimentos devem ser cumpridos para manter a padronização da marca em qualquer lugar do mundo, porém, as marcas não desejam que você se torne apenas um executor de tarefas, elas buscam um espírito empreendedor no franqueado e apreciaram suas sugestões.

Criar uma lista de habilidades é uma boa maneira de traçar o seu perfil. Coloque no papel os tipos de franquia que você está realmente interessado (serviços de alimentação, escola de idiomas, beleza, saúde, etc.). Acrescente os seus pontos fortes e fracos e compare com as franquias que você está buscando, você será a peça essencial para fazer essa engrenagem funcionar com sucesso.

Visite algumas unidades como cliente e observe como é o atendimento, o ambiente e os produtos. Preste atenção em tudo com cautela e imagine se você se sentiria bem trabalhando naquele segmento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *